segunda-feira, 29 de março de 2021

O que é um site responsivo?


Seus clientes e potenciais vão ver seu site em uma tela de 3" no celular, de 13" no notebook ou de 30" em um monitor de mesa? Em todas elas vai ser uma boa experiência?

O problema da diversidade
A super proliferação dos celulares e tablets que acontece hoje em dia não aposentou os computadores e notebooks, que continuam firmes e fortes nos escritórios, home-offices e na mão dos estudantes em EAD. Além disso, muitas pessoas acrescentam um monitor grande aos seus computadores ou notebooks, por questões de conforto visual ou pelo espaço extra para poder abrir vários softwares simultaneamente.

Essa diversidade toda trouxe um problema para os responsáveis pelo marketing digital das empresas: nunca dá para saber o tamanho da tela onde o cliente ou cliente potencial vai ver o seu marketing digital, em particular o centro de qualquer presença digital, o seu site. 

O homem é a medida de todas as coisas
Em um mundo ideal, para resolver o problema dos tamanhos de telas bastaria você ampliar ou encolher todas os elementos da página do site - textos, fotos, vídeos, gráficos - proporcionalmente com a tela onde eles estão sendo exibidos. No monitor de 30" você mostraria a foto com 20cm de largura e no celular de 3" com 2cm de largura. 

Infelizmente, nós não vivemos em um mundo ideal. Uma fotona de 20cm pode ficar exagerada na tela grande e a mesma foto com 2cm de largura pode tornar difícil enxergar detalhe no celular. O mesmo acontece com o tamanho das fontes - das letras: abaixo de um certo tamanho fica ilegível, acima de um certo tamanho fica parecendo que tudo é manchete. Não dá para só ampliar ou encolher tudo sem critério.

Para complicar, o dedo é muito maior e mais impreciso que a combinação mouse / ponteiro digital, então na tela grande do computador é fácil clicar com o mouse em um botão pequeno e na tela pequena do celular é difícil clicar com o dedo no mesmo botão pequeno.

Então, na contramão da ideia simplista de ampliar as coisas na tela grande e encolher nas pequenas, os botões, links e outros itens clicáveis ou de interação tem que ser grandes nas telas pequenas e podem ser pequenos nas grandes.

Na verdade, a fisiologia humana tem uma faixa de conforto desconectada do tamanho do hardware. Para que o site seja agradável de usar é preciso trabalhar dentro dessa faixa em todos os elementos da página, independentemente do tamanho do suporte material. 

Um site responsivo. E adaptável...
O jeito mais moderno de abordar essa questão é através das tecnologias para se fazer um site responsivo. Esse nome (uma tradução apressada e mal ajambrada do inglês responsive) quer dizer um site que se altera e se adapta para diferentes tamanhos de tela. Teria sido melhor dizer um site adaptável, mas o nome responsivo pegou, então vamos de responsivo. Eu tento defender a última flor do Lácio, mas no mundo digital essa é uma batalha morro acima...

Basicamente, essas tecnologias para fazer um site responsivo permitem ao criador do site programá-lo para testar dinamicamente, no momento da exibição da página do site, o tamanho e a orientação da tela (se vertical ou horizontal) e daí montar ou remontar os elementos da página em diferentes tamanhos, proporções e alinhamentos.

O objetivo é colocar tudo na faixa de conforto do usuário, sem perder a linguagem estética geral da página. Um site que faça essa formatação dinâmica de seu conteúdo, para adaptá-lo ao tamanho e orientação de cada tela, é um site responsivo.

Uma palavra final de caução
Como qualquer ferramenta, as tecnologias para fazer um site responsivo dependem de quem as opera. Assim como um violão de qualidade na mão do Yamandu Costa soa como anjos cantando e na minha como cachorros latindo, as tecnologias para fazer um site responsivo tem o potencial de proporcionar uma grande experiência a quem acessa um site em qualquer tipo de tela, mas dependem de uma agência digital experiente e competente no seu uso. 

Para um site responsivo agradar, funcional e esteticamente, seu criador tem que programar um bem coreografado balé de geometrias, porque toda vez que se altera um elemento de uma página para adaptá-lo ao tamanho e orientação de uma tela, se altera também o resto do espaço disponível para todos os outros elementos da página, bem como as relações entre todos eles.

A um bom site não basta ser responsivo, tem que ser responsivo feito por alguém que realmente sabe o que está fazendo, como a Vendere 😀.

Gostou do post?
Compartilhe! ↓ →