quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

3 sugestões para seu marketing 3/3 - Incluir vídeo no seu marketing digital

A Cisco – principal empresa americana de produtos de infraestrutura de comunicação da Internet – fez um estudo sobre a participação de vídeo no tráfego da Internet e concluiu que até 2021 vídeo vai ser 82% de tudo que trafega pela rede. Como vídeo é mais caro e difícil de produzir que um texto ou uma foto, essa dominância só pode ser explicada pelo fato que as pessoas querem consumir vídeo, mais que outras mídias.

Além disso, se uma foto vale mil palavras, um vídeo vale mil fotos... há muitas ideias e conceitos de marketing e negócios sobre seu produtos e serviços que podem ser passados muito melhor e mais convincentemente por vídeo. E pra fechar essa lista não exaustiva das vantagens do vídeo, ele aposta em uma das mais difundidas características humanas, a preguiça. Entre ler um textão e tentar entender alguma coisa ou só ficar assistindo alguém explicando o assunto, a maioria das pessoas prefere assistir. Somando tudo isso, na nossa opinião fica claro você tem que considerar incluir vídeo no seu marketing.

Porém vídeos não são fáceis de produzir. Se fotos amadoras já ficam com uma cara meio tosca (quando comparadas com o padrão de uma foto profissional de propaganda) vídeo amador então dá vontade de chorar. A câmera mexe errado, o objeto não está bem iluminado, o som pega ruído do carro passando na rua... Para fazer uma graça com seus amigos nas redes sociais, tudo bem. Mas não dá para associar essa falta de qualidade com sua marca. Além disso, para muitas empresas não é fácil pensar em um roteiro de vídeo que ajude a atingir os objetivos de marketing e mais difícil ainda se você lembrar que é preciso fazer isso repetida e regularmente.

E aqui cabe mais uma reflexão sobre o profissionalismo. Existem vários canais de vídeo de muito sucesso no Youtube de aparência bem tosca. Mas são canais de entretenimento: garotão contanto piada  ou falando de vídeo-game, mãe brincando com a filha e por aí vai. (fora que os mais bem sucedidos tem uma retaguarda de produção profissional, embora façam uma força danada para parecer que tudo aquilo é só um rapaz simpático falando do seu quarto). Já o objetivo dos vídeos que você possa criar para sua empresa não é entreter as massas, é vender seus produtos e serviços e para isso a qualidade de produção que o público espera é outra.

Então pra fechar o post: 1) Pense seriamente em incluir vídeo no seu marketing digital em 2019. As pessoas adoram vídeos e eles são muito eficientes para passar mensagens de marketing e 2) Profissionalize desde o começo, fale com uma produtora de conteúdo (como a Vendere 😀) para ter um plano e execução profissional de uma estratégia de vídeo.



sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

3 sugestões para seu marketing 2/3 - Pagar anúncios no Google, Facebook e ou Instagram

Marketing de graça
Houve um tempo em que muita gente acreditou que a Internet tinha vindo para subverter o ciclo de investimento do marketing. No ciclo tradicional, quem tinha dinheiro para fazer marketing vendia mais e com essas vendas tinha ainda mais dinheiro pra fazer marketing e daí vendia mais ainda e daí... Já no bravo mundo novo da Internet era só fazer um site de graça no Wix ou outro serviço parecido, criar uma página no Face ou Insta de graça, aí publicar nessas redes sociais umas fotos feitas de graça com o celular e pronto! Iam chover clientes e pedidos. A lógica perversa do capitalismo malvadão tinha sido quebrada!

O sonho acabou
Bem, eu detesto ser o portador de más notícias ou destruir sonhos, mas alguém tinha que dizer isso para você: o tempo do marketing de graça (ou baratinho) na Internet acabou. Houve sim uma época de faroeste, quando as grandes empresas e agências de publicidade ainda não tinham percebido todo o  potencial da nova mídia e que, portanto, ainda não tinham jogado toda a sua capacidade de investimento e seu profissionalismo na briga. Nessa pré-história, com pouca grana, alguma criatividade e trabalho duro uma  empresa podia se destacar na Internet. A competição pela atenção era menor e mais amadoresca. Hoje não é mais assim.

Com o passar do tempo, todas as grandes empresas (e as médias, e as pequenas, e a padaria da esquina da sua casa), bem como todas as agências de propaganda do mundo já perceberam o poder da Internet e estão competindo - leia-se investindo - pela atenção dos compradores. Estão criando sites bonitos e funcionais, feitos por profissionais altamente qualificados, sites esses altamente otimizados para SEO - para serem facilmente encontrados em pesquisas no Google - estão postando regular e permanentemente conteúdo de qualidade nas redes sociais E estão pagando anúncios no Google, Facebook e Instagram. É uma guerra.

Onde há vida há esperança
Mas calma, empresário ou executivo com orçamento apertado, não se jogue do viaduto. A época do marketing de graça na Internet acabou, mas agora (e sempre) inteligência, agilidade, dedicação e esforço continuam sendo um tremendo diferencial competitivo. A agência de marketing digital certa pode conseguir o dobro da atenção pela metade do investimento. Porém o que que você não pode se enganar, é que em 2019 dá para ter bons resultados na Internet sem um site muito profissional e sem comprar tráfego para ele.

Então nossa segunda sugestão de resolução de ano novo para sua empresa em 2019 é procurar uma boa agência digital (como a Vendere 😃) e começar a montar uma estratégia de aumento de tráfego da suas presença digital através de anúncios e campanhas no Google, Facebook ou Instagram.

Próximo post da série 3 sugestões para seu marketing: 3/3 - Incluir vídeo no seu marketing digital