quinta-feira, 1 de novembro de 2018

O que é inbound marketing?


Inbound marketing, ao pé da letra, quer dizer marketing de entrada. Na prática, trata-se de um tipo de marketing onde você produz conteúdo - textos, vídeos, apresentações, etc. - que o possível cliente procura, que ele vem espontaneamente ver (ele entra espontaneamente no seu marketing). Isso é o contrário do marketing tradicional, às vezes chamado de outbound marketing - marketing de saída - onde você é que sai atrás do cliente, tentando empurrar suas mensagens para ele.

Há muito tempo os marqueteiros sabem que - se houver opção - as pessoas fogem como o diabo da cruz da maioria das formas mais intrusivas de marketing. De maneira geral, ninguém gosta de ser forçado a ver uma mensagem que não pediu para ver. Uma das maneiras de se contornar esse problema é tentar criar conteúdo que as pessoas queiram ou precisem e que venham de livre e espontânea vontade consumir. Há vários jeitos de se fazer isso, mas a forma mais comum é se criar conteúdo técnico ou informativo sobre o segmento do produto ou serviço que se quer vender.

Por exemplo se você vende serviços financeiros, você pode criar um e-book (um livrinho digital) ensinando como investir na crise. Se vende cosméticos, pode criar uma série de vídeos com dicas de maquiagem. Se vende conteúdo e tecnologia digital, pode criar um blog sobre marketing na Internet...  😏.

Esse tipo conteúdo, além de não chatear nem interromper as pessoas, que o acessam porque querem, permite reforçar sua imagem como um especialista no seu segmento. De quebra, a Internet permite que você peça informações sobre a pessoa para liberar o acesso ao conteúdo, por exemplo pedir para a pessoa dar o e-mail dela antes de você deixá-la fazer o download do livrinho que ela quer. Além de passar sua mensagem, você já recebe um lead - um posssível cliente - para quem você pode tentar vender depois.

Porém nem tudo são flores no jardim do Inbound Marketing. Os 3 principais espinhos são: 1) Dependendo do seu segmento de negócio, pode ser mais difícil encontrar conteúdo informativo e atraente, relacionado a ele. 2) Com a enxurrada de conteúdo de todos os tipos na Internet, o seu tem que ter muita qualidade e profissionalismo para se destacar e provocar interesse. 3) Não adianta fazer conteúdo de Inbound Marketing uma vez só. É preciso criar um processo de criação e publicação regular de conteúdo, porque toda empresa precisa de um fluxo de vendas ao longo do tempo.

Para enfrentar esses 3 problemas uma boa agência de conteúdo e tecnologia pode ajudar. Chame a Vendere!