terça-feira, 27 de outubro de 2020

Por que seu marketing sonega informações decisivas para seus clientes?

Com certa frequência percebemos na comunicação de marketing de empresas a falta de informações que seriam importantes para os negócios. Em conversas, visitas, ou em pesquisas na documentação, descobrimos informações que poderiam ajudar alguém a comprar daquelas empresas, mas que não constam em sua comunicação.

Quando encontramos esse tipo de coisa sempre nos ocorre "Eles também fazem isso? Por que não está no site?" ou  "Eles têm esse recurso? Por que não contam isso para o mercado?" 

Nos velhos tempos do papel e mídia tradicional, algumas informações faltantes podiam se justificar pela falta de verba. Quando se paga o marketing por centímetro ou por segundo, é o orçamento que acaba às vezes cortando o que se tinha para falar ou mostrar. Mas no marketing digital onde o espaço é ilimitado, temos que procurar outros motivos.

O peixe não enxerga a água
As razões para omissões podem ser várias, mas da nossa experiência o caso mais comum é o dono da empresa, ou quem trabalha no seu marketing, achar que certas informações são tão óbvias que nem precisam ser mencionadas. Parece que "todo mundo sabe isso". 

O problema é que depois de anos, às vezes décadas, trabalhando na mesma empresa e mercado prezado leitor, quase tudo que seu negócio faz ou deixa de fazer lhe parece natural, parece ser do jeito que é claro que tinha de ser. Não tem nada mais para contar para os clientes ali. Como um peixe, você não enxerga a água. 

Deixe-nos exemplificar. Suponha que você coloque no seu site uma tabela com vários tamanhos de mesas que fabrica, mas não põe que fabrica quaisquer outros tamanhos, porque para você é óbvio que uma marcenaria como a sua pode fabricar qualquer tamanho de mesa, se o cliente pedir. 

Você pode perder um cliente que está procurando uma mesa fora das medidas padrão e não vê no seu site o tamanho que precisa, mas vê no do concorrente claramente dito "fabricamos mesas de qualquer tamanho sob encomenda".

Visualizando o invisível
É claro que as omissões desse tipo não são voluntárias. Como dissemos, são informações que você considera óbvias e naturais e nem pensa muito a respeito, por isso não se lembra de por na sua comunicação de marketing. Então como identificá-las? Temos 3 sugestões:

- Conversar com os vendedores e outros atendentes do público. A equipe de vendas costuma naturalmente receber perguntas. Você pode se surpreender com as coisas que os clientes perguntam para eles. "Ah, muitos clientes perguntam se nossas torneiras também tem rosca para cano de 3/4 de polegada". E você, cansado de saber que todas as torneiras de jardim do mundo tem uma versão de 1/2 polegada e outra de 3/4 de polegada, não colocou isso no site. Porque "é óbvio". 

Os vendedores podem lhe contar que "Os clientes sempre perguntam se nosso técnico pode ir no fim de semana". "Os clientes perguntam se além do brilhante o acabamento pode ser fosco" e outros exemplos desse tipo. Qualquer pergunta que os clientes façam, em particular qualquer pergunta que façam com mais frequência, são coisas que você esqueceu ou menosprezou na sua comunicação. 

- Olhar os sites dos concorrentes. Se o concorrente no site dele diz que faz, ou diz que tem alguma coisa e você também faz ou também tem, precisa dizer no seu site. Claro que se o concorrente diz no site dele que faz uma coisa e você não faz, não é para mentir no seu dizendo que faz 😀

- Chamar uma boa agência digital. Essa "anamnese" com os vendedores e a análise comparativa do seu site com os concorrentes é melhor feita por alguém de fora da sua empresa, que tenha um olhar  mais isento e desprovido do conhecimento e dos preconceitos de quem trabalha no seu mercado.

Uma boa agência digital não só constrói um site ou um conteúdo de rede social para você. Ela ajuda a definir a estratégia e as informações necessárias para trazer mais resultado. Isso inclui tentar preencher as lacunas da comunicação geradas pelo seus hábitos e pela sua experiência.

Gostou do post?
Compartilhe! ↓ →